Racismo climático no Brasil: entrevista com Gabrielle Alves no ClimaInfo

A pesquisadora da CIPÓ Gabrielle Alves foi a primeira especialista entrevistada na série “Racismo Ambiental Brasileiro”, produzida pelo ClimaInfo. Na entrevista, ela traz reflexões sobre o racismo ambiental e climático e sua relação direta com o racismo estrutural.

A pesquisadora explica como esses racismos se aplicam no dia a dia das populações vulnerabilizadas, deixando-as mais expostas a vivências insalubres e à insegurança no meio urbano.

Uma cidade que não combate o racismo ambiental age em prol da necropolítica.

Gabrielle Alves para ClimaInfo

Além disso, Gabrielle trata do racismo institucionalizado, as percepções sociais do apartheid no país e os impactos da industrialização tardia, passiva, desordenada no Brasil. Também são pontuados o processo de retroalimentação entre mudanças climáticas e crises de dinâmica urbana, e meios concretos de combater o racismo ambiental, como o Acordo de Escazú, “primeiro tratado regional ambiental da América Latina e do Caribe sobre o acesso à participação pública e ao acesso à justiça em assuntos ambientais.”

Plataforma CIPÓ
Plataforma CIPÓhttps://plataformacipo.org/
A Plataforma CIPÓ é um instituto de pesquisa independente liderado por mulheres e dedicado a questões de clima, governança e paz na América Latina e no Caribe e no resto do Sul Global.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor, insira aqui o seu nome
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img

Sigam-nos nas Redes Sociais

Últimos Posts