CIPÓ comenta impacto da tragédia no RS a comunidades vulnerabilizadas

A reportagem “Flooding forecast to worsen in Brazil’s south, where many who remain are poor“, da AP, sobre a previsão de piora das inundações no Rio Grande do Sul, tem como fonte a pesquisadora Marília Closs, da Plataforma CIPÓ. A matéria, publicada em inglês e traduzida também para o espanhol e o português, mostra que a tragédia climática afeta a todos, porém, atinge de forma desproporcional comunidades vulnerabilizadas.

Pelo menos 126 pessoas já haviam morrido e mais 141 estavam desaparecidas até a última sexta-feira (10/05), data de publicação do texto. O número de deslocados das suas casas devido às chuvas torrenciais ultrapassava os 400 mil, dos quais 70 mil estavam abrigados em ginásios, escolas e outros locais temporários.

“No imaginário popular, a população gaúcha é vista como branca e abastada, mas essa não é a realidade”, destaca a pesquisadora. “É muito importante dissipar esta ficção, porque ela é construída com um objectivo político” de apagar os residentes negros e pobres, completou.

Plataforma CIPÓ
Plataforma CIPÓhttps://plataformacipo.org/
A Plataforma CIPÓ é um instituto de pesquisa independente liderado por mulheres e dedicado a questões de clima, governança e paz na América Latina e no Caribe e no resto do Sul Global.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor, insira aqui o seu nome

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img

Sigam-nos nas Redes Sociais

Últimos Posts