“Desmantelamento de políticas é responsável pela maior crise climática do Brasil”

Em artigo de opinião publicado no site Latinoamérica21, a pesquisadora Marília Closs, da Plataforma CIPÓ, comenta as causas da crise climática que atinge o Rio Grande do Sul e sugere a adoção de políticas de adaptação para reduzir as vulnerabilidades dos sistemas naturais e humanos frente à mudança do clima. O texto também foi reproduzido pelo jornal Folha de S.Paulo.

“Estamos assistindo, hoje, à maior crise climática do Brasil. Ela é resultado, simultaneamente, do desmonte dos instrumentos ambientais estaduais, da falta de investimento em prevenção municipal na capital e, mais amplamente, do atraso da reflexão estratégica sobre adaptação climática no país todo”, comenta.

Segundo a pesquisadora, sem um planejamento sério, que passe por todos os níveis federativos, não haverá saída. “O Rio Grande do Sul pode até se reconstruir, mas a próxima enchente virá e novamente vai destruir a infraestrutura, a economia e as vidas da população que ali habita”, afirma.

Plataforma CIPÓ
Plataforma CIPÓhttps://plataformacipo.org/
A Plataforma CIPÓ é um instituto de pesquisa independente liderado por mulheres e dedicado a questões de clima, governança e paz na América Latina e no Caribe e no resto do Sul Global.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor, insira aqui o seu nome

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img

Sigam-nos nas Redes Sociais

Últimos Posts