CIPÓ participa de debates sobre reforma da governança global na UNCSC, em Nairóbi

A pesquisadora Vitória Gonzalez, da Plataforma CIPÓ, desempenhou papel de destaque na United Nations Civil Society Conference (UNCSC), realizada entre os dias 09 e 10 de maio em Nairóbi, no Quênia. Na sessão da “ImPACT Coalition on International Finance Architecture and Financing for Development (IFA-FfD)”, nesta sexta-feira (10/05), ela discursou para uma plateia lotada, juntamente com figuras influentes.

Estavam presentes Moussa Mara, ex-primeiro ministro do Mali, os embaixadores Neville Gertze, da Namíbia, Henriette Geiger, da União Europeia, e Cristina Díaz Fernández-Gil, da Espanha, além de pessoas de outras organizações da sociedade civil. A abertura ficou a cargo de Agustina Briano, coordenadora de Desenvolvimento e Divulgação do Club de Madrid.

O evento concentrou-se na urgência de aprimorar o financiamento global para impulsionar o desenvolvimento e reformar a arquitetura financeira internacional. Representantes de várias organizações, incluindo Fundação Open Society, Federação Nacional dos Agricultores do Quênia (KENAFF), Banco Africano de Desenvolvimento e Associação Cubana das Nações Unidas (ACNU), apresentaram recomendações concretas para enfrentar esses desafios.

Gonzalez destacou o papel da CIPÓ na força-tarefa sobre ação climática do T20 Brasil, enfatizando a importância de garantir meios de implementação (em termos de financiamento, capacitação e transferência de tecnologia) para uma transição justa, sobretudo considerando os países do Sul Global.

Nessa sessão, ela pontuou a importância de melhor coordenação para se alcançar a “Missão 1.5”. As duas propostas feitas pela Plataforma CIPÓ foram estabelecer um órgão permanente do G20 para a ação climática; e estabelecer uma instalação permanente para promover o diálogo regular entre esse órgão, a Troika das Presidências da COP, representantes das IFIs e ECOSOC.

Também na sexta-feira, a pesquisadora atuou como relatora da “Impact Coalition on Inclusive Global Governance” e acompanhou a Closing Town Hall e a Closing Session, entre outros encontros e reuniões relevantes.

Um dia antes, Gonzalez foi uma das oradoras do workshop “Inclusive Global Governance: from Ideas to Action”. David Levaï (Iswe Foundation), Aishwarya Machani (Iswe Foundation), Andreas Bummel (Democracy without Borders) e Jesselina Rana (CIVICUS) também compuseram a mesa. Na ocasião, a pesquisadora destacou a janela de oportunidade para maior participação da sociedade civil em espaços como G20 e COP30, e apresentou a Campanha 1for8Billion, com vistas ao próximo processo de seleção para a Secretaria Geral da ONU.

Vitória Gonzalez é membro, representando a CIPÓ, do subcomitê de experts da UNCSC. O grupo tem como uma de suas principais responsabilidades apoiar a consolidação das Coalizões de ImPACTO (ImPACT Coalitions), relacionadas ao Pacto do Futuro.

A UNCSC terminou oficialmente na sexta-feira (10/05), mas nosso trabalho em defesa da justiça climática e de uma governança global mais democrática, seja no Quênia ou no Brasil, continua.

Plataforma CIPÓ
Plataforma CIPÓhttps://plataformacipo.org/
A Plataforma CIPÓ é um instituto de pesquisa independente liderado por mulheres e dedicado a questões de clima, governança e paz na América Latina e no Caribe e no resto do Sul Global.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor, insira aqui o seu nome

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img

Sigam-nos nas Redes Sociais

Últimos Posts