Governança Climática Global: a proposta da CIPÓ para uma Força-Tarefa sobre Cadeias de Responsabilidade

Como limpar cadeias de commodities que causam amplo desmatamento ilegal em biomas ecologicamente sensíveis, como a Bacia Amazônica? A CIPÓ propõe que as Cadeias de Responsabilidade se tornem um dos alicerces da governança global para enfrentar a crise ecológica e climática. As Cadeias de Responsabilidade referem-se aos conjuntos de relações socioambientais que ligam os produtores de commodities aos consumidores, desde a produção primária e extração até a manufatura (quando aplicável), exportação e importação, até o consumo final. O conceito de cadeia de responsabilidade reconhece os papéis de múltiplos atores e, portanto, exige responsabilidade ao longo de toda a cadeia: dos Estados (produtores e importadores), setor privado, setor financeiro e consumidores. As cadeias de responsabilidade também envolvem a cooperação internacional entre países produtores e consumidores, superando as divisões Norte-Sul.

A criação de uma Força-Tarefa sobre Cadeias de Responsabilidade permitiria não apenas uma mudança discursiva das “cadeias de suprimentos”, que refletem a perspectiva de países e empresas consumidores de forma muito restrita, e em direção a uma compreensão mais ampla de como a produção, o comércio e o consumo de commodities estão impulsionando as mudanças climáticas, destruição ambiental e violações dos direitos humanos. Também facilitaria o desenvolvimento de um modelo de governança global verdadeiramente multissetorial para lidar com a Tripla Crise Planetária (mudanças climáticas, perda de biodiversidade e poluição e resíduos), inclusive garantindo desmatamento zero e tolerância zero para outras violações socioambientais e de direitos humanos ao longo das cadeias de responsabilidade.

Plataforma CIPÓ
Plataforma CIPÓhttps://plataformacipo.org/
A Plataforma CIPÓ é um instituto de pesquisa independente liderado por mulheres e dedicado a questões de clima, governança e paz na América Latina e no Caribe e no resto do Sul Global.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor, insira aqui o seu nome

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img

Sigam-nos nas Redes Sociais

Últimos Posts