Como a Inteligência Artificial pode ajudar no combate ao desmatamento ilegal na Amazônia?

Em artigo  publicado no Global Observatory, do International Peace Institute (IPI), Adriana Erthal Abdenur, Diretora Executiva da CIPÓ, analisa o uso de novas tecnologias de Inteligência Artificial (IA) no combate ao desmatamento ilegal na Amazônia.

Entre outras vantagens, tecnologias de IA podem aumentar a precisão do monitoramento de florestas, tornar dados florestais mais confiáveis e mais fáceis de serem processados, e facilitar o monitoramento das florestas no nível local.

No entanto, tais inovações também trazem limitações e riscos. Se essas tecnologias forem inseridas em políticas estruturadas e precauções forem tomadas de forma a evitar abusos dos dados coletados e vigilância repressiva de comunidades locais, tecnologias de IA têm um grande potencial para serem usadas a favor da preservação ambiental na Amazônia e em outros biomas ameaçados pelo desmatamento ilegal e outros crimes ambientais.

Plataforma CIPÓ
Plataforma CIPÓhttps://plataformacipo.org/
A Plataforma CIPÓ é um instituto de pesquisa independente liderado por mulheres e dedicado a questões de clima, governança e paz na América Latina e no Caribe e no resto do Sul Global.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário!
Por favor, insira aqui o seu nome

Artigos Relacionados

Gênero, clima e segurança na América Latina e no Caribe: do diagnóstico às soluções

As mulheres latinoamericanas sofrem desproporcionalmente com os impactos do clima, mas também desempenham um papel essencial na mitigação e adaptação. Como empoderá-las para lidarem...

Por um Tratado Global sobre florestas

É possível construir um tratado global sobre florestas? Neste artigo, publicado na PassBlue, Adriana Erthal Abdenur, Diretora Executiva da CIPÓ, destaca a possibilidade de se...

Sigam-nos nas Redes Sociais

Últimos Posts